Você está aqui: Home Uncategorised Santuário Santa Paulina, 11 anos de história e crescimento

Santuário Santa Paulina, 11 anos de história e crescimento

1arteonze150

 A beatificação de Madre Paulina, em 18 de outubro de 1991, tornou a pequena cidade de Nova Trento/SC conhecida no Brasil e no mundo. Reportagens transmitidas pela televisão despertaram em católicos a curiosidade de conhecer o lugar onde Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus viveu e fundou sua congregação.

Em 1991, Nova Trento tinha apenas 9.122 habitantes e a economia baseava-se na agricultura. A grande quantidade de peregrinos que se deslocavam para Nova Trento desencadeava novas necessidades na cidade. Capela Nossa Senhora de Lourdes, no bairro de Vígolo, ficava a primeira imagem da beata disponibilizada aos devotos e aquele era o local mais visitado. Aos poucos a capela não acomodava mais a quantidade de pessoas que se reuniam para as missas.

Irmã Gertrudes Cadorin trabalhou durante 21 anos no Santuário e viu a quantidade de peregrinos aumentar a cada dia. Além de um local maior para as missas, as irmãs sentiam a necessidade de mais banheiros, pois tinham apenas dois. Contando com a generosidade da comunidade e dos devotos, construíram um salão de dois pisos: o superior para as missas e o inferior para ser restaurante, além de um bloco de banheiros.

1romeiros700

Milhares de peregrinos buscavam alcançar graças por intercessão de Madre Paulina

Na cidade, a chegada dos peregrinos despertava a necessidade de pousadas e restaurantes para atender os visitantes. Ir. Gertrudes lembra que no início, os devotos chegavam de madrugada, dormiam nos ônibus ou instalavam-se em barracas improvisadas. A economia da cidade passou a ter novos segmentos e a administração pública a se preocupar em tornar a cidade mais bonita e preparada para receber os peregrinos.

1missascamp700

 

 

 

 

   Em dias de grande festa, eram celebradas missas campais para oportunizar a participação do maior número de fiéis                                                                                                                                                                                                                                                                  Após a canonização de Santa Paulina, em 19 de maio de 2002, as Irmãzinhas decidiram construir o templo do Santuário. Ir. Ilze Mees (in memorian), responsável pelo complexo na época, assumiu o grande compromisso junto à coordenação geral da congregação. Em outubro de 2003 as obras foram iniciadas com a terraplanagem. Foram 926 dias de construção e nenhum operário acidentado. Ir. Gertrudes recorda as muitas orações e procissões até o local da construção, em prol da segurança dos trabalhadores e do bom êxito da obra.

1costru700

Santuário em fase de construção

 

Em 22 de janeiro de 2006, o Santuário Santa Paulina foi finalmente inaugurado. A estrutura de 6.925,56m² passou a comportar 3.000 pessoas sentadas e o mesmo tanto de pessoas de pé. A dedicação do local à Santa Paulina foi realizada com uma missa festiva, que lotou o Santuário de devotos. Aquele foi um dia de ação de graças para as Irmãzinhas de toda a congregação. Novamente, com a generosidade de milhares de fiéis, mais um sonho se tornou realidade e os devotos de Santa Paulina já podiam ser acolhidos em um local apropriado.

1hoje700

Atualmente o Santuário recebe 70 mil peregrinos ao mês

 Passaram-se 11 anos desde a dedicação do Santuário Santa Paulina. Atualmente, Nova Trento recebe cerca de 70 mil peregrinos ao mês. Tornou-se referência no Turismo Religioso de Santa Catarina e do Brasil e hoje é reconhecida como Capital Catarinense do Turismo Religioso, conforme Lei Estadual nº 15.184 de 01/07/2010. Com o Santuário Santa Paulina, Nova Trento também passou a ser a única cidade do Brasil a ter dois santuários: o de Santa Paulina e o centenário Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro, localizado a 525 metros de altitude. Em 2016 a população de Nova Trento era de 13.861 habitantes.

Para Moacir Antônio Fachini, professor neotrentino aposentado, um dos maiores milagres de Santa Paulina foi projetar Nova Trento no cenário nacional e internacional. Segundo o professor foi por meio de Santa Paulina que a qualidade de vida na cidade melhorou e muitos empregos foram gerados melhorando também a economia do município.

 “Passo a passo, mas sempre em frente”, Santa Paulina

Acolher bem sempre foi um compromisso das Irmãzinhas que administram o Santuário, pois isso, desde dezembro de 2016, peregrinos, turistas e devotos de Santa Paulina podem contar com um novo espaço de lazer e compras, o Centro Comercial do Santuário. Idealizado há muitos anos pela diretoria do Santuário, o espaço tem como principal objetivo, acolher em um local organizado os visitantes que passam pela terra da primeira Santa do Brasil.

O espaço inaugurado no dia 3 de dezembro de 2016 possui 3.857,48 m² de área construída. São 50 lojas com produtos diversificados e 12 opções na praça de alimentação que acomoda 450 pessoas. Há também um anfiteatro para receber shows e eventos.

1centro700

Centro Comercial foi construído para oferecer um local mais organizado com mais sanitários, praça de alimentação e espaço para shows e eventos

A inauguração do local contou com a presença de Pe. Antonio Maria que fez a venda de seu livro “Mater Dei – Mãe de Deus e da Humanidade" e concedeu autógrafos aos peregrinos. O sacerdote também celebrou uma missa no Santuário e fez um show no anfiteatro do Centro Comercial. Outras atrações também animaram o evento: Família Dias, Victor Boliviano, Nikolas Tomasini, João da Viola e Zé da Mata (100% Raiz), Valmir Bertotti, Maurício e Matheo (A Paz) e a Escola de Música Arte de Viver. 

Para Ir. Anna Tomelin, diretora do Santuário Santa Paulina, o sentimento é de gratidão. “Agradecemos a Deus por este empreendimento a serviço das pessoas que veem ao Santuário. O Centro Comercial é o prolongamento da iniciativa de Santa Paulina, quando em 1904 criou a fábrica de seda para auto sustento da congregação e de famílias da região. Nossa gratidão a todos que colaboraram com esta obra”.

1arteonze700 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar


Ação Evangelizadora


Ação Pastoral

  • Pastoral Carcerária, da Saúde, Paroquial, da Terra, da Juventude, Diocesana e DST-AIDS
  • Áreas de atuação: indígenas, mulheres em situação de risco, catequese, liturgia e comunicação

Saúde

Unidades Sociais / Projetos Sociais

  • Tecendo a Vida - Belo Horizonte - MG
  • Educandário Sagrada Família - São Paulo - SP
  • Casa da Sagrada Família - Campos do Jordão - SP
  • Lar dos Velhinhos - Maringá - PR
  • Lar Nossa Senhora Aparecida - Santuário Nacional
  •  Lar São Vicente de Paulo - Itaberá - SP
  • Lar São Roque - Diamantino - MT
  • Casa do Peregrino - Itajaí - SC
  • Orfanato São Roque - Moçambique
  • Escola Familiar Rural - Moçambique
  • Lar de Idosos de San Javier - Argentina

Família CIIC