Acesse o Portal CIIC

Reabertura e retomada das missas. Protocolo para reabertura segura.

 

Sumário

O Santuário Santa Paulina, neste tempo de Pandemia, está procedendo à reabertura de forma gradativa. Chegou o momento de realizarmos as missas presenciais.

O PROTOCOLO DE SEGURANÇA segue toda a legislação do Estado de Santa Catarina e do Município de Nova Trento, as orientações da Arquidiocese de Florianópolis, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, e da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

Contamos com o apoio e colaboração de todas as pessoas que vierem ao Santuário, porque a Pandemia ainda não acabou.

Precisamos nos proteger da melhor forma contra a COVID-19, assegurando que a vida esteja em primeiro lugar.

Legislação

Portaria da Secretaria do Estado da Saúde nº 254, de 20 de abril de 2020 (Eventos e Missas)

Decreto nº 10.292, de 25 de março de 2020

Orientações da Arquidiocese de Florianópolis, 21 de abril de 2020

Portaria 391, 5 de junho de 2020 (parques)

Portaria 321, de 03 de junho de 2020 (Ônibus, transporte)

 

Cronograma de trabalho

19/08/20 – Capacitação sobre Protocolos de Atendimentos com a Equipe do Santuário.

16/10/20 – Multiplicação desta Capacitação.

01/09/20 – Reunião Santuário e Poder Público.

01/09/20 a 08/09/20 – Elaboração do Minuta do Documento de Reabertura Segura

08/09/20 – Reunião de Articulação e aprovação da Minuta: Diretoria do Santuário, CEIC, Pároco da Paróquia São Virgílio, Prefeito, Secretário de Turismo, Secretário de Gabinete, Secretário de Administração e Finanças, Secretário de Saúde, Polícia Militar.

23/09/20 – Reunião para definição da data de Reabertura.

06/10/20 – Reunião de apresentação do Protocolo para Lideranças, Autoridades, representantes de segmentos e formadores de opinião.

07/10/20 – Reunião com Voluntários

16/10/20 – Reunião de capacitação de toda Equipe Santuário.

24/10/20 – Reabertura e Retomada das Missas presenciais.

 

Apoio

O Santuário, nesta reabertura, conta com os seguintes apoios:

Polícia Militar

a) Apoiar a equipe do Santuário no controle às regras estabelecidas;

b) Verificar (por amostragem) se as Empresas de Ônibus e Vans estão cumprindo as normas estabelecidas;

c) Manter a ordem e harmonia, com Policiais circulando por todo o ambiente.

Prefeitura Municipal

a) Fiscais para orientar e exigir o uso de máscara e o distanciamento social;

b) Fornecer máscaras e parte do álcool gel, 70 graus;

c) Manter, aos domingos, o funcionamento do Posto de saúde, com equipe do Município, e Ambulância;

d) Dar suporte para quem for aferido com febre ou sintomas da Covid-19

 

Parceiros

Neotur, Condema, CDL, FIP e Empresários.

Paróquia São Virgílio.

Santuário Nossa Senhora do Bom Socorro.

 

Grupo de Risco

O grupo de risco da COVID-19 é formado por pessoas com mais de 60 anos, mulheres grávidas ou em situação de pós-parto, pessoas com doenças pré-existentes, como: asma, diabetes, hipertensão, doenças cardíacas e/ou com histórico de AVC, câncer e outras condições que comprometem o sistema imunológico.

A principal recomendação é o isolamento social, minimizando os riscos da contaminação, pois, ainda estamos em quarentena e o novo Coronavírus continua circulando.

É importante reafirmar, para esse grupo, as constantes medidas de higiene das mãos, superfícies e objetos, evitar contato físico, não compartilhar copos, talheres e objetos pessoais.

 

Organização interna

a) Santuário Santa Paulina:

Equipe para organizar e realizar: aferimento de temperatura; contagem das pessoas na entrada do Templo; orientação para uso do álcool, máscara e fluxo de entrada no interior do Templo.

Organizar o distanciamento no espaço externo do Templo, onde possa haver aglomeração.

Cuidar para não haver aglomeração nas laterais do Templo.

 

b) Visitantes, Peregrinos/as e Devotos/as

Confiamos no seu apoio, seguindo todas as sinalizações, normas e orientações do Santuário, a fim de preservar a sua saúde e proteger a dos demais, mantendo o distanciamento social, evitando aglomerações, usando obrigatoriamente a máscara, respeitando o fluxo de pessoas nas escadarias e rampas e higienizando constantemente as mãos.

 

Em tempos de Pandemia

Durante esse período de pandemia, não é recomendada a presença e participação dos seguintes grupos de pessoas:

– 60 Anos ou mais;

– Que apresentem sintomas de gripe ou outro compatível com a infecção do novo Coronavírus;

– Que tenham tido contato com pessoas infectadas.

 

Dias e Horários das Missas

As Missas serão celebradas nos seguintes dias e horários:

De Segunda a Quinta-feira: pelo Facebook e Youtube, sem presença de público, às 10h.

Sexta-feira –  Presencial, às 10h e 15h

Sábado –  Presencial, às 08h, 10h e 15h

Domingo –  Presencial, às 08h, 10h, 12h, 14h e 16h

 

Acesso ao Templo

A visitação no Templo do Santuário está temporariamente suspensa. O mesmo só será aberto para a participação dos fiéis nas missas presenciais.

Contamos com seu apoio, a fim de cuidar da sua saúde e proteger a dos demais.

O acesso dos fiéis à parte interna do Templo, para a participação nas missas presenciais será de, no máximo 900 pessoas, pelas portas centrais, com a acolhida e orientação prévia dos colaboradores/as e voluntários/as, aferição da temperatura e uso de álcool gel.

Ao adentrar no Templo, a equipe do Santuário orientará os locais para sentar, e como devem proceder durante toda a Missa.

Mesmo que venham em família para a celebração, precisarão sentar-se nos locais pré-determinados (a não ser que sejam crianças pequenas ou de colo).

Respeite a distância nos bancos e use a máscara, cobrindo a boca e nariz durante todo o tempo da Celebração.

 

Liturgia Eucarística

a) Presidência da Missa

A Presidência das Missas será sempre dos Sacerdotes do Santuário, exceto quando houver a presença de Bispos.

Neste tempo de pandemia, consideramos até 06 concelebrantes em cada Celebração Eucarística. (Trazer os próprios paramentos).

b) Fiéis durante a Missa

Durante toda a Celebração Eucarística, o fiel ficará no mesmo lugar. A Equipe de Liturgia não motivará nenhum deslocamento, como: procissões, abraço da paz, dar as mãos no Pai-nosso e outros.

c) Acompanhamento das missas

Não serão disponibilizados livros, nem folhetos nas Celebrações.

d) Equipe do Canto

Temporariamente, este serviço será prestado apenas pela equipe do Santuário, evitando fluxo de pessoas no Presbitério.

e) Leitores

Este serviço pastoral será assumido temporariamente pelas Irmãzinhas, evitando fluxo de pessoas no Presbitério.

f) Incenso

Se houver solenidade com incenso, apenas uma pessoa assume a função.

 

g) Ministros da Sagrada Comunhão

Além das Irmãs e sacerdotes, contamos com a colaboração de Ministros da Comunhão, previamente preparados para este serviço.

Neste tempo de pandemia as vestes litúrgicas não serão disponibilizadas aos ministros e ministras da Sagrada Comunhão. Cada qual fazer uso da sua própria veste litúrgica.

h) Preparação do Altar para as oferendas

A Equipe de Liturgia terá o cuidado de higienizar as mãos antes de tocar nos objetos litúrgicos.

Todo o necessário será posto sobre o altar para que o Celebrante possa preparar as oferendas, na ausência de Diáconos.

i) Ofertas

Após a bênção final, na saída da celebração, para quem desejar fazer a sua oferta, haverá colaboradores com caixas de coleta, próximas das portas de saída do Templo, podendo, também, usar os cofres das imagens de São José e Nossa Senhora Imaculada Conceição.

j) Comunhão

A Comunhão será dada somente sob a espécie do pão, na mão de cada pessoa e em silêncio. Não será necessário responder “Amém” ao receber a Eucaristia, pois a resposta será dada de forma comunitária, antes de iniciar a distribuição da Comunhão.

Todos deverão permanecer de máscara, retirando-a por uma das alças, apenas no momento de comungar, recolocando-a logo em seguida, também pela alça.

Durante a distribuição da comunhão os fiéis permanecerão em seus lugares até que o/a ministro/a se aproxime. A comunhão será dada somente na mão.

l) Momento devocional com Santa Paulina

A Imagem de Santa Paulina permanecerá no Presbitério e os fiéis em seus lugares, não havendo aspersão com Água Benta.

 

m) Higienização do Templo

Ao final de cada Celebração Eucarística, os fiéis sairão pelas laterais do Templo e, na sequência, haverá higienização de todo o ambiente interno. Portanto, assim que terminar a celebração, os fiéis serão orientados a se retirarem do Templo para que o ambiente seja preparado para a próxima missa.

 

Orientações Gerais

a) Confissões e atendimentos

As Confissões, bênçãos e atendimentos individuais permanecem suspensas temporariamente.

b) Capelas

As Capelas: Santa Paulina, do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora de Lourdes e da Paz estarão abertas para oração pessoal.

Na Capela Nossa Senhora de Lourdes, antigo Santuário, haverá bênção comunitária de hora em hora, especialmente para quem não pode participar da missa.

Em todos esses espaços seguiremos os protocolos de segurança e cuidados com a saúde.

c) Espaços de Oração e Visitação

O Casebre, Cenário Vivo, Casa das Graças e Filanda permanecem fechados temporariamente.

Para a visitação e circulação em todos os lugares e espaços do Santuário (interna e externamente), é obrigatório o uso de máscara, distanciamento e higienização das mãos com álcool gel.

d) Celebrações Particulares

Não serão permitidas celebrações particulares nos espaços do Santuário, respeitando a orientação de não aglomeração.

e) Loja do Santuário

A loja do Santuário conta com a constante higienização de seus ambientes, bem como, os demais espaços de circulação e de uso dos peregrinos.

f) Restaurante

A Equipe Gestora do Restaurante do Santuário seguirá todas as normas previstas em Lei, oferecendo o máximo de segurança para todos os usuários, desde a entrada, permanência e saída.

g) Romarias e Peregrinações

No Estado de Santa Catarina seguimos a Legislação Estadual em relação aos Ônibus, com capacidade de 50% dos passageiros. Portaria 321, de 03 de junho de 2020 – sobre Ônibus e transporte em geral.